Como (não) aumentar a produtividade em 13º!

Hoje falo sobre como (não) aumentar a produtividade no trabalho. Mais concretamente, da forma como as sanitas podem influenciar a performance do trabalhador.

À partida parece uma questão sem grande história. Diria mesmo cómica. Mas não, há toda uma discussão séria em torno do assunto.

Uma startup britânica chamada StandardToilet lançou um modelo inovador de sanitas. O seu principal benefício é….preparem-se…

Tornar desconfortável estar sentado na sanita por mais de cinco minutos!

Em linguagem de marketing, esta é a “proposta de valor” da empresa. Em termos práticos, falamos de uma sanita que tem uma inclinação de 13º. Parecendo absurda à partida, a ideia promete ter sucesso para algumas organizações.

Segundo o senhor que inventou a sanita, a ideia surgiu num dia de ressaca. Ao estar num sítio público, todas as retretes estavam ocupadas e eis que…bling!

O objetivo é claro. Fazer com que os trabalhadores não passem tempo demasiado na casa de banho. É este é um problema sério dos dias de hoje?

Um estudo realizado em Inglaterra, diz-nos que, em Londres, um trabalhador pode passar até 28 minutos diários fechado na casa de banho.

Antes de esmiuçar a questão, mostro-me totalmente contra a adoção desta medida, por toda e qualquer empresa que o decida fazer.

Primeiro, é preciso perceber porque é que isto acontece. Será por passarem demasiado tempo no trabalho? Será para “tirar um tempo” só para eles? Será simplesmente para procrastinar ou para actualizar as redes sociais?

Segundo, é preciso ver que nem toda a gente tem o “benefício” de ter tempo “ilimitado” ou “não controlado” para ir à casa de banho. Há trabalhos muito rígidos em que as pausas são contadas ao segundo.

Terceiro, é preciso avaliar as reais condições em que as pessoas trabalham. Há sítios que não têm as mínimas condições de bem-estar ou até de higiene.

Como o responsável da empresa afirma, “nos tempos modernos, a retrete do local de trabalho tornou-se um sítio privado de escrita e de uso das redes sociais”. 

Consigo perceber que o uso dos smartphones se exacerbou a este ponto, e isso constitui um problema. Mas não consigo perceber como é que tornar desconfortável o acto de fazer necessidades fisiológicas possa resolver esse problema. Até porque, para muitos, 5 minutos não é suficiente.

Os trabalhadores devem ter direitos. Num mundo ideal, o local de trabalho deverá ser o mais aproximado possível do nosso lar. O conforto dos mesmos, uma prioridade para os empregadores.

Tal como as pessoas que cada vez mais trabalham remotamente, em casa. E o patrão não está a ver quanto tempo passam na casa de banho. 

Se eu trabalho por objectivos, até posso passar meia-hora sentado na sanita. Desde que os cumpra, tudo bem. Não é assim?

Sejamos realistas. Qualquer pessoa que quiser procrastinar, não precisa de ir para a casa de banho para o fazer. Mesmo que seja mais difícil porque o chefe está a ver, há sempre forma de se alienarem.

Ainda sobre o inventor das sanitas e o efeito que causa nas pessoas. Parece que a sensação é semelhante a um “agachamento de baixo nível”. Como estar de cócoras, mas sem causar danos para a saúde

Já estou a imaginar o pessoal a ficar com grandes mocas (pernas) por passar demasiado tempo na casa de banho. 

Fazendo uma análise 360, em que vejo a questão também na perspectiva do empregador, continua a parecer-me uma ideia descabida. Talvez porque valorizo em demasia este assunto em particular.

Talvez porque todos devemos ter condições de trabalho, que é o mínimo exigido. Talvez porque NÃO é assim que se MOTIVA para o aumento da PRODUTIVIDADE. Disso, estou certo!

E agora, vou só ali à casa de banho para publicar isto no Instagram 🙂

In Crónica “É só pra chatear

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s